hotel

A Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu vai oferecer, a partir desta quarta-feira (24), 54 leitos de hotel para abrigar até 151 pessoas em situação de vulnerabilidade social, diagnosticadas com a Covid-19.  

 

A locação do espaço foi realizada de forma emergencial, através de dispensa de licitação, baseada na Lei 13.979/2020. A medida leva em consideração os dados epidemiológicos e o avanço da doença no município, bem como a necessidade de contenção da propagação do vírus.

 

O acolhimento será ofertado para pessoas com sintomas leves ou assintomáticas, que precisam cumprir o isolamento domiciliar e muitas vezes, devido às condições familiares, não conseguem manter o distanciamento com demais membros da casa. Pessoas em situação de rua também serão acolhidas neste espaço.

 

Os trabalhos serão coordenados pelas secretarias de Saúde e Assistência Social, que farão a análise dos casos para a ocupação dos quartos.  “Teremos a Vigilância em Saúde e o serviço social para realizar o diagnóstico familiar, e mobilizar o transporte social. No local, a pessoa será acolhida por uma equipe multidisciplinar que fará o acompanhamento dessa permanência”, disse o secretário de Saúde, Giuliano Inzis.

 

O secretário de Assistência Social, Elias de Oliveira, classificou a iniciativa como fundamental para o enfrentamento à doença. “Esse processo significa construir espaço de proteção social e cuidados em saúde para famílias que não tenham condições de que o membro contaminado com a Covid-19 cumpra isolamento em casa. É responsabilidade do estado, sobretudo com os mais vulneráveis, que o isolamento seja cumprido”, disse. “Se for verificada uma evolução desses casos, o encaminhamento é feito ao Hospital Municipal Germano Lauck”, informou o secretário.

 

Além do quarto, os pacientes positivados terão alimentação, suporte sanitário e de cuidados. Todos os serviços serão custeados pela Prefeitura Municipal.

 

O valor mensal do aluguel é de R$ 33 mil pelos 54 apartamentos, nas modalidades single (individual) até sêxtuplo, podendo atender em um quarto, pessoas da mesma família. O período indicado para o isolamento domiciliar é de 14 dias.