WhatsApp Image 2020-07-16 at 18.08.06

A alta do centésimo paciente recuperado da Covid-19 no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, de Foz do Iguaçu, foi marcada por muita emoção nesta quinta-feira (16). O corredor de aplausos da Ala Covid ganhou um significado especial para todos os profissionais da saúde, que desde o dia 02 de maio presenciaram as altas dos primeiros pacientes recuperados do novo Coronavírus.

 

Especial também foi o dia do senhor Antônio Pereira Veloso, de 63 anos, morador de Foz do Iguaçu, que além da alta hospitalar recebeu uma homenagem da equipe,  simbolizando esta importante marca.

 

Com o resultado positivo para a Covid-19, e em tratamento domiciliar, Antônio deu entrada na Enfermaria da ala Covid no dia 8 de julho, com sintomas como tosse, febre, dor na região episgástrica, dor em membros inferiores, e dispneia a pequenos esforços.

 

No dia 10 de julho, o paciente apresentou uma piora no quadro clínico, precisou ser intubado e foi levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde permaneceu por quatro dias sob cuidados intensivos de toda uma equipe multidisciplinar.

 

“Tive que ser intubado e ir para UTI, mas foi onde me recuperei mais rápido.Essa doença é avassaladora, com uma dor que você não consegue imaginar. Fui muito bem tratado, assim como todos aqui são bem tratados”, relata o centésimo paciente recuperado da Covid-19.

 

Antônio fala da saudade da família e da angústia na hora de se despedir da esposa e filhos pelo celular, quando foi preciso ser internado na UTI Covid. “A gente fica com aquele pensamento de que talvez não possa voltar mais para casa. E eu tive essa sorte, de estar voltando com saúde, andando bem”, disse ele, que mesmo emocionado, deixou uma mensagem para toda a equipe que cuidou dele durante sua permanência no Hospital Municipal.

 

“Eu senti durante o momento mais crítico da minha internação, que foi o momento da intubação, que eles são uns anjos e que Deus os ajude nessa caminhada”, expressou.

 

Reconhecimento


 “Vale a pena destacar o papel desses profissionais de extrema importância que compõem a equipe, como é o caso dos fisioterapeutas, equipe médica, equipe de enfermagem, nutricionista, psicólogo, assistente social, equipe de laboratório, equipe de imagem, num trabalho incessante e em conjunto para a reabilitação dos nossos pacientes”, enfatiza o diretor-presidente do HMPGL, Sergio Fabriz.

 

Para o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, a marca do centésimo paciente recuperado pela Covid-19, remete a histórias como as de seu Antônio, mas também com muito respeito, às famílias que perderam seus entes queridos para a doença. “De forma muito especial estamos celebrando hoje, a vida desses pacientes. Histórias como essas nos enchem de esperança por dias melhores”, pontuou Brasileiro.

 

Altas


De domingo (12) até esta quinta-feira (16), o Hospital Municipal Padre Germano Lauck, registrou 19 altas médicas, de pacientes com idades entre 25 e 84 anos, sendo dois moradores de São Miguel do Iguaçu, três de Medianeira, um de Santa Terezinha de Itaipu, um de Matelândia, um de Cascavel e 11 de Foz do Iguaçu.